56% dos pequenos retalhistas no Brasil opta por investir em poupanças

Pequeno retalho prefere poupança, grandes investidores escolhem títulos, revelam os dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).


Mão de mulher a colocar uma moeda em porquinho mealheiro preto e diversas moedas espalhadas na mesa

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), as cadernetas de poupança são o destino preferido por 56,7% dos investidores do retalho tradicional no Brasil. Os dados revelam ainda que 27,9% das pessoas pertencentes ao grupo dos pequenos retalhistas investe em títulos e valores imobiliários. Além disso, 15,4% destina os recursos para fundos de investimento.

Já os grandes retalhistas apostam nos títulos e valores imobiliários, alcançando quase metade do valor do investimento: 48,8%. Neste grupo, 38,3% prefere fundos de investimento e apenas 12,8% tem como destino a poupança.

Dólar, Tesouro Selic, Poupança, Ouro e Fundos Imobiliários foram os produtos mais procurados pelos investidores brasileiros até outubro 2021. Mas com a inflação a crescer 8,24%, a maior parte dos investimentos perdeu rendimento. 

Segundo o diretor do CNN Brasil Business, Fernando Nakagawa, a soma dos investimentos equivale a R$ 820 bilhões. “Os investidores com menor renda gostam muito da poupança. É um investimento de fácil compreensão e simples. Mas os grandes investidores não pensam da mesma maneira”, analisa o especialista. Veja aqui a análise do especialista.


Retalho tradicional

Poupança 56,7%

Títulos e valore imobiliários 27,9%

Fundos de investimento 15,4%


Grandes investidores

Poupança 12,8%

Títulos e valore imobiliários 48,8%

Fundos de investimento 38,3%

Scroll to Top