Amorim compra 50% da Saci

A corticeira Amorim adquiriu 50% da italiana Saci. A transação vale quase 49 milhões de euros.


Segundo o Jornal de Negócios, a corticeira Amorim, “o maior grupo de transformação de cortiça do mundo” é agora a dona de 50% da Saci, “um grupo transalpino que detém 17 empresas, fatura 70 milhões de euros anuais e emprega 340 pessoas”, com sede em Turim. O negócio custou 48,66 milhões de euros.

A participação era detida pela família Perlich, sediada na Alemanha. Os restantes 50% permanecem nas mãos da família italiana Getto.

“A Corticeira Amorim surgiu como um parceiro natural pelos seus 150 anos de atividade e sucesso ao serviço da indústria vitivinícola mundial, com uma gama de soluções avançadas e de alta qualidade, que favorecem relações duradouras com os seus parceiros”, adianta a empresa portuguesa, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).


A principal atividade da Saci é “a produção e a comercialização de “muselets” (estrutura em arame que se encaixa na cortiça de uma garrafa de champanhe, vinho espumante ou cerveja para impedir que a cortiça surja sob a pressão do conteúdo gaseificado), produto em que “é atualmente o principal produtor mundial”, garante a Corticeira Amorim.

A empresa italiana está presente em mais de 30 países e fechou o exercício de 2020 com um volume de negócios consolidado de 70 milhões de euros e um EBITDA de 10,5 milhões de euros. Após a aquisição, é expectável que a Saci “mantenha a sua identidade e autonomia para que as suas marcas possam ser assim salvaguardadas”.

Scroll to Top