Compras online crescem 25,5% em Portugal

No ano da pandemia, portugueses gastaram 7,4 mil milhões em compras online, revela um estudo do CTT. 60% desse valor corresponde à compra de produtos.


Pormenor de mulher a segurar cartão de crédito e a digitar no computador portátil

O CTT e-Commerce Report 2021, divulgado a 16 de novembro, CTT E-commerce Day, revela que mais portugueses têm vindo a aderir à compra online. Cerca de 4,4 milhões de portugueses fizeram pelo menos uma compra online durante o ano de 2020, revela o estudo. No mesmo sentido, verificou-se um aumento do número de compras de produtos no comércio eletrónico (mais 18,3% que no ano anterior) bem como do valor gasto em cada compra de produtos (53,4 euros).  O e-commerce B2C de produtos em 2020, não incluindo serviços, cresceu 46%.

Compras online – os produtos preferidos dos portugueses

  • Vestuário e calçado: 68%
  • Eletrónica e computadores: 59%
  • Higiene e cosmética: 44%
  • Livros e filmes: 41%
  • Eletrodomésticos: 32%
  • Utensílios para o lar: 31%
  • Material desporto: 31%
  • Telemóveis: 29%

O e-buyer português habita nas principais áreas metropolitanas (Lisboa e Porto). Em termos de género, o perfil é equilibrado, ainda que os compradores do sexo masculino (51,2%) superem ligeiramente os do sexo feminino. Já a nível etário, predominam as faixas etárias entre os 25-54 anos (80,5%) e habita nas principais áreas metropolitanas (Lisboa e Porto).

Para o final de 2021, a estimativa aponta para valores médios de cada compra na ordem dos 52,7 de euros e um total de 4,6 milhões de portugueses a comprar online. O relatório prevê a manutenção do crescimento elevado do comércio eletrónico em cerca de 15% a 20%, ainda que em desaceleração quando comparado com o ano de 2020.

Pode aceder aqui ao relatório completo dos CTT.

Scroll to Top