Frutas brasileiras atingem recorde de exportação

  A exportação de frutas do Brasil superou os 1,20 milhões de toneladas e uma faturação de 1,21 milhões de dólares.


O Brasil atingiu o recorde histórico de exportação de fruta em 2021, anunciou a Comex do Brasil. As exportações foram superiores tanto em volume quanto em receita, revela um Boletim divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). A faturação alcançou mais de 1,21 mil milhões de dólares, o que significa 20,39% mais do que o registado no ano anterior. Por outro lado, o volume total de frutas frescas exportadas foi de 1,24 toneladas (mais 18,13% relativamente a 2020).

Frutas mais exportadas pelo Brasil

  • Mangas: 248 milhões USD | +20% 
  • Melões: 165 milhões USD | +14%
  • Uvas: 155,9 milhões USD | +13%
  • Nozes e castanhas: 151,9 milhões USD | +13%
  • Limões e limas: 123,8 milhões USD | +10%

Quanto aos mercados de destino, a União Europeia (48%), os Estados Unidos (16%), o Reino Unido (14%), a Argentina (4%) e o Canadá (3%) são os principais apreciadores das frutas brasileiras.

Gustavo Cupertino, coordenador geral de Estatística e Analise Comercial da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, justifica este aumento nas exportações com a retoma da economia a nível mundial e a “procura por alimentação saudável” em ambiente de pandemia. O responsável não deixa ainda de destacar “a qualidade dos produtos brasileiros, bem como a proximidade do maior comprador”.

Scroll to Top