Virgílio Bento, fundador da SWORD Health

A SWORD Health, fundada por Virgílio Bento, desenvolveu um sistema de fisioterapia digital e está avaliada em 2 mil milhões de euros.

Virgílio Bento, fundador da SWORD Health, posa para a objetiva num edifício industrial vazio

SWORD Health desenvolveu um sistema de fisioterapia digital dirigido a pessoas que sofrem de doenças musculoesqueléticas, com resultados clínicos “superiores aos de um fisioterapeuta humano”. O sistema baseia-se em sensores que o paciente coloca no seu corpo, que conseguem quantificar todos os movimentos da pessoa com precisão clínica. As doenças musculoesqueléticas afetam uma em cada três pessoas em todo o mundo e são consideradas a principal causa de incapacidade, diretamente relacionadas com outras condições condicionantes como a depressão e outras patologias crónicas.

À frente desta história de sucesso está Virgílio Bento, que decidiu estudar Engenharia Eletrónica e fazer um Doutoramento focado na tecnologia, para usar como ferramenta disruptiva de práticas tradicionais de reabilitação, depois de uma “experiência pessoal traumática”: em 1994, o irmão de Virgílio Bento foi atropelado e sofreu múltiplos ferimentos graves. Depois de um coma de 12 meses, teve de recorrer a um centro de reabilitação especializado em Cuba. Para o fundador da SWORD Health, ficou claro que a reabilitação intensiva era totalmente dependente de recursos humanos e que apenas uma solução tecnológica poderia resolver a oferta escalada de serviços.

A recuperação do seu irmão foi conseguida “graças ao enorme investimento monetário e pessoal” dos pais. “Eu vivi isso de perto e ficava perplexo com as dificuldades para se conseguir ter acesso a um processo de reabilitação. Sabe-se que existe uma correlação direta entre a intensidade de um tratamento de fisioterapia e a recuperação. Para conseguir resultados é necessário que o paciente tenha acesso a, pelo menos, quatro sessões de fisioterapia por semana. O ideal seriam sete”, reconheceu Virgílio em entrevista à revista EXAME.

“Tem sido verdadeiramente gratificante ver o impacto que a SWORD está a ter em milhares de pessoas em todo o mundo. Com esta nova ronda de financiamento, vamos acelerar a criação de valor para os nossos clientes, à medida que continuamos a construir a principal solução digital para tratamento de patologias músculo-esqueléticas no mundo dos cuidados de saúde, disponível em qualquer lugar e para todos”, destaca Virgílio Bento, em comunicado de imprensa.

Avaliada em mais de 2 mil milhões de dólares, a SWORD Health é o maior recente “unicórnio” português, a seguir à Farfetch, Outsystems, Talkdesk, Feedzai e Remote. A empresa está registada nos Estados Unidos, onde conta com dois escritórios em Salt Lake City e em Nova Iorque. A sede tecnológica, porém, fica no Porto. Atualmente conta com 250 colaboradores — 155 em Portugal e 140 nos Estados Unidos – e, com o novo financiamento, pretende contratar mais 300 pessoas. Em 2022, o objetivo é estender a atual solução tecnológica à reabilitação de outras patologias. Mas a ambição de Virgílio Bento vai ainda mais longe: conseguir formar a maior empresa portuguesa de sempre, com uma valorização da ordem dos 100 mil milhões, e uma das maiores a nível mundial na área da saúde.

Scroll to Top